CADA POEMA É UM FRAGMENTO DO POEMA GERAL QUE QUINTANA VEIO COMPONDO
DURANTE TODA A SUA VIDA

segunda-feira

O SONO


MARIO QUINTANA-FOTO DE LIANE NEVES

No prefácio do livro Preparativos de Viagem EDSON ROSA DA SILVA deixa este comentário para o poema “O Sono”:

Viagem na vida, viagem para a morte, porém sem angustia ou sofrimento [...] No belíssimo poema “O SONO” sono da morte, evidentemente, como já vimos – caminha-se em direção a uma estação luminosa que se encontra no fundo do túnel, indicada por “uma tabuleta ainda toda úmida de orvalho”, o que sugere todo o frescor de uma manhã de renascimento, onde se lê “aurora” – de volta, portanto, “à velha casa em que nasceu”. O Livro PREPARATIVOS DE VIAGEM, trata, pois, da viagem em busca da aurora. Seja de trem, barco ou avião, ou como um passarinho... mas sempre em movimento incessante.
Voa Mario. A Academia dos homens não te recebeu. Ela passará. Mas o Olimpo dos deuses, com certeza, te acolheu de braços abertos, e se diverte com teus versos.
Vai tu passarinho
O SONO
O sono é uma viagem noturna.
O corpo – horizontal – no escuro
E no silêncio do trem avança.
Imperceptivelmente
Avança. Apenas
O relógio picota a passagem do trem.
Sonha a alma deitada em seu ataúde:
Lá longe
Lá fora
(Ela sabe!)
Lá no fundo do túnel
Há uma estação de chegada
- anunciam-na os galos, agora –
Com a sua tabuleta ainda toda úmida de orvalho,
Há uma estação chamada
AURORA.
Mario Quintana in: Preparativos de Viagem

4 comentários:

Leca disse...

Quintana consegue transformar...
o tic tac do relógio...
despertador biológico...
algo aparentemente simples como o sono...em...
"tabuleta"...
"ainda toda úmida de orvalho"...
Não é demais....
Beijos
Leca

Dulce disse...

Bernanrdo,

Quando a alma pede carinho, busco Quintana. Por isso gosto tanto deste seu cantinho.
Obrigada por este ponto de descanso.
Beijos

wallper.lima disse...

Olá bernardo, vi seu comentário em meu espaço, e fiquei feliz com sua volta, e como vc mesmo disse, no momento certo. Por que sumiu, ou por que sumimos? Rsrsrs...espero que agora daqui pra frente, seja diferente...
Adorei a postagem de o Sono - Quintana - aliás esse homem de uma simplicidade enorme tinha uma visão tão grande das coisas, é, e sempre será eterno, e por mais que o tempo passe, nunca será ultrapassado, pois pelo menos pra mim, ele chega lá no fundinho do meu coração.
Quando ele fala do sono, ele caminho por essa luz que alcançamos dormindo, e fala dessa passagem de 2 mundos - onde tdo se confunde, se mistura, e ele abre feito leque, para que muitos entendam, aquilo que é definido como mistério, para que seja visto sem medo!
Abraços e apareça, pois será um prazer sempre.
Waleria Lima.

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Especial... uma homenagem permanente a um grande da Poesia! Obrigado pela visita e sobretudo e mais ainda obrigado pelo QUINTANA, mar que te quero Mário porque o mar de Mário também é uma viagem...
Kandandu