CADA POEMA É UM FRAGMENTO DO POEMA GERAL QUE QUINTANA VEIO COMPONDO
DURANTE TODA A SUA VIDA

terça-feira

O SILÊNCIO E OS SILÊNCIOS

MARCEL MARCEAU

O silêncio é um momento de reflexão, ou talvez um momento de dor. Há momentos em que buscamos o silêncio, noutros buscamos fugir dele. Silêncio é um produto caro e escasso na cidade, mas abundante no campo. O silêncio pode ser uma atitude sábia, mas também pode significar omissão, medo, desilusão. Quintana disse em "No Princípio do Fim":" Hoje o que mais se precisa é de silêncios...que interrompam os ruidos". Quantas faces tem o silêncio... alegria, sabedoria, dor, desespero, ódio, medo. De quantos silêncios é feita uma vida...
Bernardo

SILÊNCIOS


Há um silêncio de antes de abrir-se um telegrama urgente
há um silêncio de um primeiro olhar de desejo
há um silêncio trêmulo de teias ao apanhar uma mosca
e
O silêncio de uma lápide que ninguém lê.


O SILÊNCIO


Convivência entre o poeta e o leitor, só no silêncio da leitura a sós. A sós, os dois. Isto é, livro e leitor. Este não quer saber de terceiros, não quer que interpretem, que cantem, que dancem um poema. O verdadeiro amador de poemas ama em silêncio...

MARIO QUINTANA in: A Vaca e o Hipogrifo

5 comentários:

Silvana Nunes .'. disse...

Bom dia.
passando para ler as novidades.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja uma boa semana para você.
Saudações Educacionais !
em http://www.silnunesprof.blogspot.com

Pérola disse...

Boa noiteeeeeeeeeeeeeeeeeeee.
Vim te agradecer a visita e ler sua postagem q por sinal muito linda.
Honestamente em algumas ocasiões o silencio me toma e é nesse momento que consigo me encontrar comigo, principalmente quando me sinto perdida.
Muito obrigado pela sua visita.
Já estou te seguindo.
Posso demorar um pouquinho mas eu venho.

Parabéns pelo bom gosto do seu blog meu querido.
Beijos.

cristal de uma mulher disse...

Mario Quintana é meu amigo e companheiro nas rosas e nos espinhos..Bom amigo chegar aqui.

Janio lima disse...

O silencio e a sabedoria combinam perfeitamente, amar a poesia silenciosamente é assim que funciona sempre. Abraços!!

Dulce disse...

E existe coisa melhor do que ler Quintana no silêncio de uma madrugada?
Beijos e bom dia, Bernardo.