CADA POEMA É UM FRAGMENTO DO POEMA GERAL QUE QUINTANA VEIO COMPONDO
DURANTE TODA A SUA VIDA

quinta-feira

O ADOLESCENTE


A vida é tão bela que chega a dar medo.


Não o medo que paralisa e gela,
estátua súbita,
mas


esse medo fascinante e fremente de curiosidade que faz
o jovem felino seguir para a frente farejando o vento
ao sair, a primeira vez, da gruta.


Medo que ofusca: luz!


Cumplicemente,
as folhas contam-te um segredo
velho como o mundo:


Adolescente, olha! A vida é nova...
A vida é nova e anda nua
- vestida apenas com o teu desejo!

Mario Quintana
Apontamentos de História Sobrenatural, Porto Alegre, Editora do Globo, 1976

6 comentários:

Anônimo disse...

O que essa poesia nos passa?

maria c disse...

O que esse poema nos mostra?

Bernardo disse...

A poesia nos mostra que a vida é um desafio e que a forma como enfrentamos esse desafio depende basicamente de nós mesmos. Não está em Deus ou no destino ou na sorte. A vida é algo para ser descoberta, como o filhote do felino que mesmo temeroso sai farejando em busca do novo, em busca da descoberta.

Anônimo disse...

A poesia retrata, a vida do adolescente ao fazer essa passagem da vida de criança para a adolescencia! Mostra que o adolescente sente medo, ou insegurança, ao sair pela primeira vez ao mundo!

Anônimo disse...

O medo é visto como uma coisa boa ou ruinm? Me explique com base no texto.

Anônimo disse...

Grande Mário Quintana ����✌