CADA POEMA É UM FRAGMENTO DO POEMA GERAL QUE QUINTANA VEIO COMPONDO
DURANTE TODA A SUA VIDA

sexta-feira

AMAR É MUDAR A ALMA DE CASA

A todos os sentidos da vida, o amor dá uma nova dimensão. "Voar sem asa", essa é a construção poética mais sublime para definir a sensação do amor, que nos é dada por Quintana.
Amar é mudar a alma de casa,
é ter no outro, nosso pensamento.
Amar é ter coração que abrasa,
amar, é ter na vida um acalento.

Amar é ter alegria que extravasa,
amar é sentir-se no firmamento.
"Amar é mudar a alma de casa",
é ter no outro, nosso pensamento.

Amar, é aquilo que embasa,
é ter comprometimento.
Amar é, voar sem asa,
e porque amar é acolhimento,
"amar é mudar a alma de casa"



- Mario Quintana, in "Apontamentos de História Sobrenatural".

Um comentário:

Tais Luso disse...

Quintana... sempre magnífico!
Um abraço, amigo!